“De uma América a outra consigo passar num segundo. Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo.”

Quem nunca viajou nas asas da imaginação ao escutar a música Aquarela do Toquinho? Cada estrofe resume as fases da vida de forma muito doce, seus momentos bons e ruins, e exemplifica como a felicidade realmente está nas pequenas descobertas. Basta imaginar, sonhar e usar todos os lápis de cor a nossa disposição para tornar a aquarela uma realidade. Também podemos aprender com a canção, que existirão momentos preto e branco, que as pessoas que amamos vão se ir com os navios da vida para descolorir em outro lugar e que, por mais longa e dura que a nossa estrada seja, precisamos aprender a passar por eles para encontrar a passarela da felicidade outra vez.

Um menino caminha e caminhando chega no muro E ali logo em frente a esperar pela gente o futuro está E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar Sem pedir licença muda nossa vida Depois convida a rir ou chorar

Antes de vir para San Diego perdi duas pessoas amadas, entre elas o meu avô Lino, foi quando o futuro me convidou a chorar. Meu avô sempre foi um contador de histórias. Minha primeira lembrança de vida é estar ao seu lado, no meu aniversário de dois ou três anos, tocando um piano de brinquedo. Enquanto batia de forma descoordenada naquelas teclas coloridas e de som estridente, ele sorria e cantava alegremente. E ele foi assim durante toda sua vida. Cada conquista, mesmo que pequena, ele comemorava e contava uma história sobre um fato parecido para exemplificar como as coisas eram possíveis.

Tive o privilégio de escrever sobre sua profissão em um trabalho da faculdade. Passei um dia em sua marcenaria, localizada no porão da sua casa, e pude ver quanta paixão, cuidado e perfeccionismo ele empregava em cada objeto que criava. Na última vez que fui visitar minha avó, antes de viajar, decidi ir até a oficina. Foi muito dolorido reencontrar seu guardapó pendurado ao lado da porta, os pregos e o martelo ainda sobre a mesa. Tudo disposto de forma como se ele só estivesse saído por alguns instantes para tomar um café.

No hospital, disse que estava muito feliz com a minha mudança e meu casamento. Até fizemos planos de criar um site para vender suas peças de madeira e seus licores de jabuticaba. Como eu teria mais tempo, poderia ajudá-lo nessa empreitada. Infelizmente não conseguimos começar a pintar esse novo quadro. Mas a astronave do futuro, depois de quase cair, ergue-se e leva você para as estrales, para um lugar mais bonito e cheio de paz.

Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená Tudo em volta colorindo, com suas luzes a piscar Basta imaginar e ele está partindo, sereno e lindo E se a gente quiser ele vai pousar

Foi então que um avião branco surgiu e me trouxe um novo mundo de possibilidades. Seguindo o conselho do meu avô, escutei meu coração e vim atrás da felicidade. Acabei pousando na Biblioteca Pública de Mission Valley sem querer, em uma das minhas caminhadas de desbravamento do bairro. Foi amor à primeira vista!

A biblioteca é pequena, porém muita bonita. Nesse primeiro encontro sentei em um dos sofás e comecei a ler um livro. A partir desse dia passei a ir, pelo menos duas vezes por semana, estudar inglês nesse lugar tão inspirador. Acabei fazendo amizade com um senhor que estuda árabe e com um guarda. E foi através da amizade com o guarda que descobri a oportunidade de ser voluntária aos finais de semana.

Então, o pingo de tinta que caiu no papel virou uma gaivota e voou para encontrar seu bando. Meu primeiro dia de trabalho foi nesse domingo. Estava muito empolgada! No ensino fundamental trabalhei como voluntária na biblioteca da escola durante um ano e desde então passei a amar bibliotecas, pequenas ou grandes. Na faculdade foran muitos dias estudando e trabalhando naquela que é considerada uma das maiores da América Latina. Sempre que viajo, tento conhecer a biblioteca do lugar. Sem sombra de dúvidas a Biblioteca di Ateneo, localizada dentro de um antigo teatro em Buenos Aires, foi a mais linda que conheci até agora.

Trabalhar em uma biblioteca é ter a possibilidade de conhecer muitas histórias, de fazer amizades, de ajudar as pessoas a mergulharem ainda mais nesse mundo cheio de personagens, aventuras e lições de vida e, claro, falar inglês. Estou ajudando a vender livros antigos para a aquisição de novos. Confesso que ganhei muito mais do que doei até agora. Meu chefe, o Bob, é um senhor de mais de sessenta anos que há cinco é voluntário. Muito metódico, foi um ótimo instrutor e ficou muito feliz com a ajuda. A partir de agora, estarei todos os domingos na biblioteca construindo um pedaço da minha passarela e ajudando a colorir e a encher de palavras a vida de todos aqueles que por ali passarem.

Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar Vamos todos numa linda passarela De uma aquarela que um dia enfim Descolorirá

Certamente não sabemos onde a estrada da nossa vida irá chegar. Mas não é parado em casa que vamos fazer com que os passos ao longo do seu caminho sejam menos doloridos. Nem sempre é fácil fechar a porta de casa e desbravar o mundo, mas muitas vezes ele pode ser recompensador. Agradeço todos os dias por estar feliz em viver aqui e de ter essa disposição enorme em sair e não deixar o quadro da vida descolorir tão rápido.

Anúncios

2 opiniões sobre ““De uma América a outra consigo passar num segundo. Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo.”

  1. Boa noite Daniela, que prazer é navegar em seus textos. Estou há um mês aqui em San Diego para estudar. Gostaria de obter informações sobre a possibilidade de atuar como voluntária, uma vez que vejo a possibilidade de falar melhor inglês por meio da prática. O que puder me orientar, ficaria muito grata.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s