“Veraneio Vascaína vem dobrando a esquina”

Faz um tempo que não posto aqui no blog, mas a visita dos meus pais e o emprego novo acabaram sendo o meu foco no último mês.

Nesse meio tempo, aconteceram várias coisas, mas uma delas eu acho especialmente importante compartilhar com vocês. Há três semanas atrás, celebrei meu aniversário no Fanuel Street Park, localizado em Mission Beach, San Diego. O parque é muito bonito, cheio de grama e árvores, com parquinho para as crianças e em frente à baia. Lugar perfeito para fazer um churrasco com os amigos. Pois bem, foi o que pensei. Então, convidei mais de 20 amigos lindos e meus pais para comemorar comigo a chegada dos 2.9. Como em todo churrasco que fazemos por aqui, levamos a farofada e as bebidas.

O consumo de bebidas alcoólicas e o porte de garrafas de vidro são proibidos em praias e parques aqui em San Diego (apenas alguns parques permitem, mas são raros). Porém, é extremamente comum você ver as pessoas levando latinhas ou long necks dentro do cooler e servindo a bebida em copos descartáveis coloridos (aqueles famosos copos vermelhos que vemos em todos filmes de comédia americana). Então, como bons brasileiros, sempre seguimos esse mesmo modelo dos gringos malandros que levam bebida para lugares públicos.

O aniversário corria muito bem e alegre até certa hora da tarde, quando um carro da polícia, estilo carrinho de golfe, veio parar no meio da turma. Os policiais disseram que tinham recebido uma denúncia dos vizinhos de que estávamos bebendo cerveja. Àquela altura, já não tínhamos o que fazer para esconder nada, então permitimos que eles olhassem nossos coolers. Obviamente, eles encontram as cervejas e pediram uma explicação. Daí em diante nem é preciso explicar mais nada. Os policiais acabaram perguntando quem eram os donos dos coolers e começaram a fazer as multas. No fim, eu e uma amiga recebemos multa por portar garrafas de vidro e bebida alcoólica, outra amigo recebeu multa por estar portando garrafas de vidro (elas estavam vazias dentro do cooler dele) e outro amigo recebeu uma multa por estar segurando um copo com cerveja.

Não preciso nem dizer que o aniversário acabou por ali. Claro que fique muito chateada e envergonhada por meus convidados receberem multas na minha festa e por eu receber uma multa também, a primeira da minha vida, na frente dos meus pais, ainda por cima no Dia dos Pais aqui nos Estados Unidos. Mas o erro foi nosso.

Por mais incrível que pareça, os policiais foram extremamente educados e tranquilos durante todo o tempo. O trabalho deles foi muito mais de conscientização do que de aplicar uma multa. E isso é o que quero destacar neste texto. A polícia precisa dar a multa para a pessoa aprender, para doer no bolso e para ela não repetir mais esse erro. Durante todo o tempo que eles estiveram conosco, os policiais explicaram o quão perigoso é portar garrafas de vidro em parques e praias; o quanto isso pode machucar alguém, especialmente crianças e animais; o quanto é perigoso beber e dirigir, etc. Saímos todos dali com sentimento de culpa e entendemos que estávamos errados.

No meu caso e da minha amiga que estávamos portado os coolers e não fomos pegas bebendo, existe uma multa específica. Você tem uma chance de não ir pra corte prestar esclarecimentos se, dentro de cinco dias após o recebimento da multa, entrar no site que o policial indicar, pagar uma taxa de $40 e prestar trabalho voluntário. Esse trabalho voluntário consiste em assistir 2h de aula teórica e 4h de limpeza de uma praia ou parque.

O policial nos explicou que o lugar onde estávamos era perigoso tempos atrás e que foi através do trabalho da vizinhança, de denunciar e ajudar a polícia, que ele se tornou um bom lugar hoje em dia. Então, os vizinhos sempre irão fazer esse tipo de denúncia quando eles verem que alguém está desrespeitando as regras do lugar. E para isso também existe uma placa com as regras do lugar em todos os parques e praias, a qual ignoramos.

Cheguei em casa naquele dia e fui direto acessar o site indicado pelo policial. Ainda estou esperando a cartinha dizendo quando terei que assistir à aula e fazer o voluntariado. Meu amigo que foi pego com o copo de cerveja na mão não teve a mesa sorte. No caso dele, ele precisa ir direto para a corte prestar esclarecimentos e certamente o valor da multa será maior.

Talvez a cartinha nunca chegue, talvez leve mais uma mês, mas o fato é que eu não fui mais pra praia levando nenhum tipo de bebida que não seja água ou suco em garrafas plásticas. Diferente do Brasil, aqui não existem quiosques na beira da praia que vendem comida e bebida, tampouco pessoas passando com isopor e vendendo aqueles lanches tão maravilhosos como milho, queijo assado, biscoito globo, esfiha, etc. É proibido. Por isso, é muito comum cada um levar seu isopor/cooler com os seus suprimentos para o dia. É por isso também que eu digo que os gringos são muito mais farofeiros que nós, até porque eles não têm outra opção.

Mas voltando ao ponto principal, fica aqui o meu alerta. Se você for para qualquer lugar público em San Diego, não leve bebidas alcoólicas ou garrafas de vidro. E, se levar, fique consciente das consequências que isso pode acarretar. Por aqui, a famosa frase “mas eu não sabia, eu sou só turista” não funciona. Aqui não existe jeitinho, conversa ou propina. A regra é lei, sem exceção, e ela se aplica a qualquer um, independente de quem você é e de onde você vem.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s