“Quero lhe contar como eu vivi. E tudo o que aconteceu comigo. Viver é melhor que sonhar”

Nunca imaginei que outro ano fosse superar o número de desafios que 2015 me trouxe. Mas aí 2016 entrou com os dois pés na porta e mostrou que a vida é como andar em uma montanha russa de olhos vendados.

Foi em 2016 que consegui um emprego na área por aqui. Mas não foi qualquer vaga. Estou num cargo que nunca tinha trabalhado antes e isso faz com que eu me desafie a aprender coisas novas todos os dias. E o mercado no qual estou inserida é predominantemete masculino, e por isso sou testada constantemente. Além disso, tem o adicional da língua e da cultura, o que faz eu reaprender o jeito de trabalhar com comunicação a cada novo briefing que chega.

Você me pergunta pela minha paixão
Digo que estou encantada como uma nova invenção
Eu vou ficar nesta cidade não vou voltar pro sertão
Pois vejo vir vindo no vento cheiro de nova estação
Eu sei de tudo na ferida viva do meu coração…

Foi em 2016 que eu deixei o medo de dirigir de lado. Hoje, ando todos os dias pela cidade com um carrinho velho que tem sido o meu melhor amigo.

Neste ano, decidi cuidar mais de mim. Corri mais de 200km, voltei a fazer Pilates e andei muito de bike. Aprendi que a alimentação muda tudo e, por isso, deixei muitas coisas de lado e passei a ser bem mais regrada. O resultado: não fiquei mais doente e me sinto bem mais disposta.

Aprendi a julgar menos, a respeitar mais, a lidar melhor com a saudade e a distância. Perdi o medo de viajar sozinha de avião e a falar em público em outro idioma. Participei de feiras internacionais e conheci muita gente bacana de todos os lugares do mundo. Até apareci na televisão dando entrevista!

Aprendi a fazer malas pequenas e a manter uma alimentação saudável mesmo longe de casa. Aprendi a ter menos apego por coisas materiais e a optar cada vez mais por coisas usadas.

Descobri que por aqui o machismo também existe e, infelizmente, ele é bem forte. Aprendi muito sobre política americana e acompanhei de pertinho uma eleição. Assisti aos debates, li muitas notícias e escutei diversos podcasts pra ter uma opinião e um entendimento mais consistente das coisas.

Nossos ídolos ainda são os mesmos
E as aparências não enganam não
Você diz que depois deles não apareceu mais ninguém
Você pode até dizer que eu tô por fora
Ou então que eu tô inventando…

Deixe as redes sociais um pouco de lado e resolvi guardar pra mim muitas das minhas opiniões. Deixei de seguir muita gente que insiste em ter opiniões radicais e expressa violência em suas palavras. Comecei a fazer menos coisas por obrigação e a tentar agradar menos os outros.

Recebemos muitos amigos queridos e tivemos a honra de mostrar lugares incríveis pra eles. Desafiei meus pais a viajarem sozinhos e a conhecerem um mundo completamente novo. Eles aceitaram a ideia maluca e dizem que vão voltar no próximo ano.

Participei de dois festivais no meio do deserto, fui a diversos shows e trips malucas. Estou cada vez mais deixando de lado as diversas horas de programação e decidindo me entregar mais para as experiências de última hora.

Mas é você que ama o passado e que não vê
É você que ama o passado e que não vê
Que o novo sempre vem…

Este ano foi teimoso, difícil e desafiador. Ele quebrou muitos paradigmas, acabou com medos e fez com que eu descobrisse uma coragem que nem sabia que existia dentro de mim. Ele também machucou e foi bem cruel em alguns momentos. Ao mesmo tempo, ele se mostrou incrivelmente surpreendente e cheio de coisas boas.

A intensidade de 2016 vai me ajudar a ser alguém bem mais forte, e espero que melhor, em 2017. Já começo uma virada cheia de planos, sonhos e sem medo.

Que 2017 seja leve, cheio de aventuras, desafios, descobertas e aprendizados. E que não falte amor no coração e coragem para encarar todos os novos desafios que vão chegar.

Anúncios

4 opiniões sobre ““Quero lhe contar como eu vivi. E tudo o que aconteceu comigo. Viver é melhor que sonhar”

  1. Hi, Daniela Machado… a procura de informações a respeito de conhecer o exterior. cheguei até a sua pagina; Uma vez que já decidi ir para a Califórnia, então a dúvida,,,,, A famosa Las Vegas, San Francisco ou a então San Diego.
    Ao conhecer seu blog…. me apaixonei,
    Não farei nenhuma pergunta antes de então ler todos os seu artigos.
    Fique na Paz
    God Bless

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s